Skip to content

ACI Blog

Transformação Digital em Pagamentos no Brasil: As Cinco Conclusões Principais

Aqui estão as cinco principais conclusões com base em informações compartilhadas pelos especialistas:

1. Grande espaço para crescimento digital

Quando se trata de pagar as despesas domésticas, os brasileiros ainda usam dinheiro quase 40% das vezes, com 43% dos pagamentos sendo feitos por meios eletrônicos. Compare isso com a Coréia do Sul e a Suécia, entre os países com maior capacidade de pagamento digital, onde os meios eletrônicos são usados para cerca de 80% das despesas domésticas.

Isso significa que o potencial de crescimento é enorme. As iniciativas de inclusão financeira do Brasil, apoiadas pelo desenvolvimento do PIX, tornam os pagamentos digitais muito mais fáceis e acessíveis ao cidadão comum. Isso beneficiará não apenas os consumidores, que terão maior comodidade e segurança nos pagamentos, mas também as instituições financeiras, que agora podem oferecer serviços ou gerenciar volumes de transações a um custo reduzido.

2. O varejo servirá como um driver para o sucesso

Dado seu acesso exclusivo aos consumidores, o varejo é um dos vetores mais importantes da estratégia PIX do BACEN. A demanda do consumidor geralmente impulsiona a inovação nos pagamentos de varejo, o que, por sua vez, gera a inovação bancária. Os varejistas podem aproveitar o PIX para aprimorar o uso dos métodos de pagamentos digitais, além de oferecer novos produtos de crédito a consumidores não atendidos por bancos tradicionais.

Segundo Conductor, o mercado varejista brasileiro é grande o suficiente para suportar uma concorrência robusta, sem as plataformas extremamente dominantes que representam a maior parte do mercado em mercados como a China. Varejistas locais e regionais bem estabelecidos podem aproveitar seus portfólios digitais existentes para se integrar ainda mais aos parceiros e à rede, estimulando novas inovações na experiência do consumidor. Isso acabará por beneficiar o consumidor final, bem como a economia brasileira.

3. A infraestrutura nacional do Brasil está pronta

Segundo a Getnet, as empresas que atualmente compõem a rede nacional de tecnologia estão prontas para absorver e processar o aumento no volume de transações digitais. Esta pode ser a peça mais crítica do quebra-cabeça do PIX. A infraestrutura não apenas está pronta para os volumes digitais, mas também pode lidar com volumes físicos.

Essa preparação permitirá que os brasileiros experimentem imediatamente os benefícios do PIX, o que, por sua vez, deve promover mais adoção e satisfação.

4. As Fintechs conduzirão a última milha

As Fintechs se tornaram uma parte estabelecida do sistema financeiro brasileiro, portanto, não é de surpreender que se tornem parceiros essenciais para aprimorar a experiência do PIX. A vantagem adicional é que agora existem regulamentos em vigor que protegem o mercado caso uma fintech entre em colapso ou entre em falência.

Ao fazer parceria com fintechs, os bancos continuarão sendo um pilar fundamental do ecossistema financeiro – garantindo credibilidade.

5. Comunicação é fundamental

Não se engane, os consumidores mudarão rapidamente seus pagamentos para esses métodos mais novos, mais rápidos e mais exitantes. Os clientes da Pernambucanas já estão usando suas carteiras digitais e crédito nos supermercados, por exemplo. Mas é responsabilidade das empresas se comunicar com o consumidor ao usar novas formas de pagamento.

Os funcionários devem ser treinados para ajudar os consumidores quando necessário e promover novas ofertas de pagamento e os benefícios de usá-las. Os consumidores que têm uma experiência ruim podem abandonar completamente o método de pagamento (ou o varejista), tornando essencial que a primeira interação do consumidor seja simples, positiva e satisfatória.

Obviamente, o COVID-19 também impactou bastante a curva de inovação de pagamentos. 2020 será marcado como o ano da aceleração dos pagamentos digitais, aumentando a demanda por experiências de compras omnicanais, transações de comércio eletrônico e pagamentos sem contato. Embora as tendências já fossem evidentes, a pandemia do COVID-19 as colocou em maior foco. As marcas devem apoiar os consumidores em todos os canais, reduzindo o atrito e aumentando a segurança para gerar conversões e lealdade.

Para obter mais informações, clique aqui para assistir a sessão especial do Mercado & Consumo em Alerta, “Transformação Digital em Pagamentos.”

* Todas as estatísticas são estimativas dos palestrantes e cortesia do Mercado & Consumo em Alerta, “Transformação Digital em Pagamentos”

Payments Expert

ACI Worldwide powers electronic payments for financial institutions, retailers and processors around the world with its broad and integrated suite of electronic payment software.

[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]